O que é, como funciona, quais são os tipos de coifa e mais

Descubra quais são as vantagens desse eletrodoméstico

Foto: Cozinha Decora

Você já ouviu de algum cliente que o aroma da sua comida é inconfundível? Deve ser uma delícia receber um elogio assim, já que ninguém quer ser lembrado por ter um ambiente impregnado pelo cheiro de gordura ou de feijão queimado. 

Mas como lidar com esses problemas que, por vezes, fazem parte do dia a dia de quem trabalha na cozinha? É possível, e mais fácil do que você imagina: basta ter uma boa coifa. E os benefícios desse eletrodomésticos vão muito além.

Mas, afinal, o que é uma coifa?

Provavelmente você já deve ter visto uma coifa em outras cozinhas ou até na casa de amigos. Fazendo uma comparação boba, mas eficiente, a coifa parece uma “chaminé” e tem até uma função similar: levar o ar de dentro para fora. Vamos explicar. Com espaços cada vez menores e a otimização das cozinhas, sejam elas industriais ou residenciais, a fumaça, a gordura, a umidade e os odores gerados durante os preparos dos alimentos acabam “não tendo para onde ir”. A coifa vai proporcionar que o ar fique limpo novamente, para que ninguém precise sair do seu restaurante com o cabelo cheirando a churrasco, por exemplo. 

Como funciona a coifa?

A coifa funciona a partir de dutos para a saída de ar, que podem ser localizados no teto, nas laterais ou na parede. A instalação exige apenas espaço disponível e uma equipe profissional, para que tudo saia do jeito certo e o funcionamento seja eficiente. E já que falamos de funcionamento, a coifa tem dois modos de operação: depurador e exaustor. No geral, os dois executam o mesmo trabalho, se diferenciando apenas pelo destino dado ao vapor que sai da sua cozinha. 

Exaustor

No caso de restaurantes, esse é o modo de operação recomendado, pois é mais eficiente na remoção de odores para quem produz uma grande quantidade de comida, uma vez que ele “tira” do ambiente o ar quente e gorduroso e joga-o para fora, substituindo-o por ar fresco. Nesse processo, elimina 90% das impurezas. 

Depurador

Nesta versão, um filtro interno absorve o ar da cozinha, liberando-o limpo de volta ao ambiente. Sendo assim, a manutenção do filtro deve sempre estar em dia!

Você ainda pode escolher entre os tipos de coifa, sendo os mais comuns os de parede e os de ilha.

As coifas de parede são indicadas para cozinhas que tenham fogões próximos à parede, sendo instaladas logo acima do eletrodoméstico. Já as coifas de ilha são fixadas no teto, de forma centralizada, sendo propícias para fogão em ilha ou em bancadas. 

Para um bom funcionamento da coifa:

  • A coifa escolhida precisa ter a mesma dimensão que o fogão, ou até maior. Assim é possível garantir que os vapores gerados não vão ser desviados por correntes de ar laterais.
  • Em um restaurante a coifa vai trabalhar muito! Então, garanta que o eletrodoméstico adquirido tenha boa performance para aspirar grande volume de ar.
  • Não se esqueça da manutenção e higienização. Use detergente neutro e esponja macia para não arranhar nem tirar o brilho do produto. Fabricantes costumam recomendar a limpeza quando houver acúmulo de sujidades ou a cada dois meses.

Recapitulando: Por que comprar uma coifa?

  1. Contribui para uma cozinha mais limpa, com menos gordura;
  2. Reduz o nível de monóxido de carbono no ambiente (que, em situações de saturação pode levar à intoxicação em espaços pequenos e sem boa ventilação);
  3. Ajuda a refrescar! Além de remover a fumaça e as partículas, a coifa também remove o excesso de calor.